segunda-feira, dezembro 26

Lembranças de Natal

Meu irmão devia ter uns dois, três anos. Meu pai perguntou o que ele queria de Natal, e ele disse: um copetô. Um cobertor, meu filho? - lamentou.

Levou-o a uma loja cama-mesa-e-banho. Parou na seção e apontou para os cobertores, perguntando qual achava mais bonito. Nenhum agradou. O que será um copetô?

Parou na frente de um Papai Noel de shopping, com a esperança de que o pedido fosse diferente:
- Ho, ho, ho! Tudo bom, filhinho?
- Tudo.
- Tem sido uma criança boazinha?
- Sim.
- Tem escovado os dentes todos os dias?
(pausa) - Sim.
- O que você quer ganhar de Natal?
- Um copetô.
O Papai Noel olhou para o meu pai assustado, e ele, indignado, deu de ombros.

Quase um mês se passou. 23 de dezembro. Dois cobertores embrulhados em papel colorido. E a maldita dúvida: que porra que é um copetô?

Saímos todos para dar uma volta. A última esperança. Quem sabe uma luz não indique o que é realmente isso? Estávamos no carro quando escutamos meu irmão, com os olhos brilhando, apontar sorridente para algo e gritar: um copetô!

Meu pai quase bateu o carro para tentar descobrir o que era. Descobriu. Suspirou. Foi correndo atrás do presente, com medo de não encontrar mais lojas abertas. Imagina? O moleque ganhar de Natal dois cobertores? Seria trauma para uma vida inteira. Ele iria odiar o Papai Noel, o Natal e o menino Jesus. Seria um desastre à base católica da família. Mas tudo deu certo, graças a Deus.

Chegou o grande dia! Todos corremos até a árvore, para ver o que o trenó voador nos trouxera. O clímax: meu irmão abre o pacote, e fica muito alegre ao ver que o pedido do seu copetô fora atendido. Ufa, que alívio! Um final feliz!

Meu pai até hoje agradece por ter estado na hora certa e no lugar certo naquele momento de apreensão. Meu irmão nem imaginava o que estava por vir, caso não apontasse na direção daquele fantástico e salvador helicóptero...

2 Quimeras:

@ dezembro 29, 2005 8:41 PM, Anonymous Anônimo disse...

Adorei!!!

E vc já está nos meus favoritos.

Abraços,

Erlon Junior

Feliz 2006

 
@ janeiro 20, 2006 11:52 AM, Anonymous ReLasak disse...

Ah! Mas depois ficou mais fácil! Ele dizia HELICOPTETÓPTELO... quase a língua do "P".

 

Postar um comentário

<< Página Principal