quarta-feira, dezembro 21

Post #69 - Especial Sexo Especial

Recordar é Viver

- Lika? Há quanto tempo!
- Zuco! Que coincidência!
- Fazem o quê? oito meses?
- Mais ou menos...
- Nossa... oito meses... parece uma eternidade!
- Nem parece que namoramos por quatro anos...
- Tem razão! Quatro anos beeeem excitantes, por sinal...
- Põe excitante nisso, hehehe.
- E aí? Encontrou algum taradão pela frente?
- Que nada... só nego estranho, caído. E você? Achou alguma ninfomaníaca por ai?
- Quem me dera... Não sei o que aconteceu com as garotas... Parece que todas esfriaram...
- Eu te digo o mesmo... Vocês homens não são mais como antigamente... sei lá. Com você era uma loucura todos os dias... falta completa de rotina, massagens e apertos em qualquer lugar, doa a quem doer ou ver, hehehe.
- Tem razão... era bom, né?
- Bom é apelido...
- A gente tinha um fogo que não era nosso... não conseguíamos nos desgrudar por nada deste mundo... Sabia que às vezes penso que eu não encontro nada mais nas garotas por sua causa? Que você me acostumou mal de um jeito que só você me deixa realmente louco?
- Que engraçado! Já pensei várias vezes nisso também... Será?
- ... Lika? Você está enrolada com alguém, ultimamente?
- Eu não... e você?
- Também não. O que você acha de n...?
- Topo!
- Que tal no meu a...?
- Motel!
- Agor...?
- Já!



Narcisismo Esquizofrênico

- Doutor, preciso te contar um sonho muito esquisito que tive semana passada: estava eu indo em direção ao espelho, e quando olhei não era eu, mas sim uma garota maravilhosa. Longos cabelos negros cacheados, olhos amendoados, nariz arrebitado, lábios carnudos e vermelhos, e um vestido meio transparente, que exibia suas belas formas de moça com uns 17 anos. Perguntei quem era, e ela disse que era uma vida passada minha. Comecei a rir, e falei que ela era muito bonita e gostosa para ser eu, mesmo que num passado distante. Ela disse o mesmo ao meu respeito, sobre o futuro. Começamos a nos olhar de um jeito diferente, uns sorrisos maliciosos, e então ela afastou a alça esquerda do vestido, e deixou mostrar seu seio durinho, uma perinha apontando para a lâmpada, o mais perfeito e belo que meus olhos já viram. Deixou cair a outra alça, e o vestido escorregou lentamente até os seus quadris, exibindo uma barriguinha torneada e um umbiguinho que implorava por um longo beijo. Uma curta rebolada derrubou por terra o vestido. Que perfeição de mulher! Ela deu uma volta para mostrar por completo seu corpo de deusa profana, e se agachou na minha frente. Doutor, foi o sexo oral onírico mais fantástico da minha vida! Acordei com um grito de prazer, todo suado e molhado. Acabara de experimentar o melhor sexo de toda a existência! Desde então, tenho dormido mais cedo a cada dia, esperando que esta cena se repita. Na realidade, não tenho mais saído de casa. Fico o dia inteiro na frente do espelho, ou tomando remédios para dormir. Isso pode ser muito estranho para o senhor, mas eu estou perdidamente apaixonado por minha vida passada. E nem sei o nome dela... Doutor, você precisa me ajudar! O que eu faço para conseguir me encontrar de novo comigo? Isto é, com ela? Fale alguma coisa, doutor, por favor! Pelo amor de Deus!
- Me desculpe, Alec, mas o que vou dizer agora, pode não ser muito agradável para você...
- E o que é, doutor? Nunca mais irei vê-la? É grave? Eu estou louco?
- Sinto muito, mas o seu tempo acabou.



Depoimento

Ah, a primeira vez que a vi... Paixão à primeira vista! Estava lá, parada num canto, tímida e silenciosa. Cheguei sem fazer alarde, disse um oi e ela retribuiu. Convidei-a para sair, e ela aceitou sem pensar duas vezes.

Fomos jantar. Restaurante de primeira categoria, reservado com uma semana de antecedência. A melhor mesa no melhor lugar. Quando chegamos, todos nos olhavam com admiração. Nunca deveriam ter visto um casal tão bonito e apaixonado. Até o garçom gaguejou para pegar o pedido. Os melhores pratos, o melhor vinho. Ela não tirava os olhos de mim. Pedi licença para ir ao banheiro, e pedi aos músicos que tocassem algo romântico na mesa. Impressionante como eles nos olhavam com curiosidade. Achei que por ali já haviam passado milhares de casais apaixonados, mas talvez cada um seja uma surpresa.

Convidei-a para tomar um drink no meu apartamento. Ela aceitou. Meia luz. John Coltrane no som, engatilhado para render uma bela noite de sexo com muita paixão animal. Comecei a beijá-la. Deslizei minhas mãos por sua pele macia. Comecei a despi-la com todo o cuidado e atenção. Um beijo para cada milímetro de pele revelada. Uma lambidinha para cada centímetro. Minha musa, nua em pêlo, deitada em minha cama. Nos amamos como dois adolescentes, como se estivéssemos experimentando pela primeira vez dos prazeres do sexo. Duas, três, quatro vezes. Quase amanheceu.

Resolvi amarrá-la no dossel com os lençóis. Ela não disse nada, apenas me observou. Passei uma pedra de gelo por todo o seu corpo. Derrubei vinho e bebi de sua pele. Fiz uma demorada massagem com óleos afrodisíacos. Peguei uma vela, e deixei pingar em sua barriga. Foi aí que meu mundo caiu. A cera quente machucou muito a coitadinha. Eu ouvia seus gritos, e não conseguia fazê-la parar. Ela gritava e gritava de dor, e eu não podia aliviar o seu tormento. Chorava copiosamente. Matei o meu amor. Mate-me Deus, por favor! Nunca pensei que a dor da perda fosse tão causticante e lancinante. Berrava a todos os pulmões. Clamava por ter sua vida de volta. Desmaiei.

No dia seguinte, fui até sua casa. Coloquei meus óculos escuros para tentar esconder o inchaço do meu desespero, e toquei a campainha. Quando atenderam, pus-me a gritar:

- Onde já se viu cobrar uma fortuna por uma cabritinha inflável vagabunda que não agüenta nem um pingo de vela? Quero meu dinheiro de volta, seus filhos da puta!

7 Quimeras:

@ dezembro 21, 2005 12:26 PM, Anonymous Karan disse...

hahahahaha

O sexo, com todas suas vertentes!
Muito bom... sexo e os textos!
Abraço!

 
@ dezembro 21, 2005 7:19 PM, Anonymous Palermo disse...

Excelentes, Dé...Os 3!! Parabéns!

 
@ dezembro 21, 2005 7:22 PM, Anonymous Felipe disse...

o lance é SEXO EXPLICITO! sem papas nas letras!! fodão!

abs

 
@ dezembro 22, 2005 12:02 PM, Anonymous ju!! disse...

oi andré!! td bom??
comigo td ótimo!! não vejo a hora de chegar terça, quando eu fico de férias, e viajar!!! é pouco tempo - só uma semaninha - mas é bom..
então, adorei esses textos! haha dei umas risadas!! então é isso!
feliz natal!!!
bjs!!!

 
@ dezembro 22, 2005 1:05 PM, Anonymous Anônimo disse...

auhaUHauhaUhaUahuahuahauhaUhaU





















































































um lixo

 
@ dezembro 25, 2005 11:36 AM, Anonymous Miyashita disse...

André, muito bom seus textos, parabéns. Boas festas e um ótimo 2006!

 
@ agosto 24, 2006 11:04 AM, Blogger Lucas Santos disse...

hauhauhauhauhaa
Excelentes idéias!!
MT BOM!!!

 

Postar um comentário

<< Página Principal