domingo, outubro 15

Merchandising no Poema


SEPARAR JUNTAR SE
JOIO A QUEBRAR
DO COR SUPERBONDER
MILHO CINZA SE
CICA E SUJAR
VERDE BRANCA OMO
OLIVA E LAVA
AZEITE DUREPOXI MAIS
MARIA VIRA BRANCO
SAI CINZEIRO DE
DA PORTA-ISQUEIRO MEDO
LATA MARICA DE
DE PRA BARATA
MANTEIGA FUMAR USE
AVIAÇÃO E DETEFON
COM DEPOIS MATA
SAL UM TUDO
CISNE DROPS É
AGOSTO KIDS MERCHANDISING
DO HORTELÃ ATÉ
FREGUÊS REFRESCANTE POEMA.


(André Lasak • 30/05/2005 • 21h07)

Marcadores:

7 Quimeras:

@ outubro 16, 2006 12:29 AM, Blogger Tahkren disse...

Pitoresco. hehehe

 
@ outubro 16, 2006 10:23 AM, Blogger Jéssica disse...

Muito bem bolado.
Adorei!
primeira vez q te leio... vou voltar, viu?
Lindo dia procê*.*

 
@ outubro 16, 2006 7:08 PM, Anonymous Anônimo disse...

se essa moda pega d:

 
@ outubro 17, 2006 1:34 AM, Blogger A Caravana do General Cluster disse...

Desculpa o linguajar, mas quiducaralho, vai se foder...abraço!

 
@ outubro 17, 2006 6:47 PM, Anonymous ariane disse...

gostei que só, ó!,bastante inusitado e divertido

beijos

 
@ outubro 18, 2006 3:10 PM, Anonymous jú pestana disse...

Mto bom, meu amigo... mto bom!!

Eu tô voltando... devagar, eu tô voltando!

bjos meus.

 
@ julho 06, 2011 10:46 AM, Blogger Raquel Donegá disse...

Olá

posso usar seu poema numa exposição de fotografias?

Grata

Raquel Donegá
(raqueldonega@globo.com)

 

Postar um comentário

<< Página Principal