sexta-feira, outubro 6

O Barco


ESPERO AGUARDO VENERO
A O O
VÉSPERA TEMPO VENTO
A QUE QUE
NÊSPERA FOR LEVA
DO NECESSÁRIO O
MAIS PARA BARCO
SINGELO ENFIM AO
NOME ESQUECER HORIZONTE
QUE DE MESMO
UM QUE QUE
DIA TAMBÉM SEJA
JÁ SOU UM
FOI UM POUCO
ONTEM ESTRANHO TARDE

TAMBÉM ESPERO QUE ONTEM
NÃO SEJA IGUAL A HOJE.

POR MAIS QUE O VENTO
ME LEVE NA DIREÇÃO CONTRÁRIA,
O TEMPO ME LANÇA AO AMANHÃ.


(André Lasak • 13/01/1999 • 14h10)

Marcadores:

3 Quimeras:

@ outubro 06, 2006 12:13 AM, Anonymous jú pestana disse...

Ele tá aqui!!!
Adorei!
Adoro qdo vc coloca pra fora tua poesia. Não tenha vergonha dela. Nunca!

bjoooooossss

 
@ outubro 06, 2006 2:37 PM, Blogger Nanna disse...

Palavras a serviço dos sentimentos... Adoooooorei isso, André!! Ficou llinnnndo! :)

 
@ outubro 07, 2006 10:58 AM, Anonymous pedro pan disse...

, e esperamos o amanhã...
, fiz várias leituras em "o barco".

|abraços meus|

 

Postar um comentário

<< Página Principal