quinta-feira, julho 29

Sexy Looping

,foi quando tuas nádegas deslizaram sobre minhas mãos,
de forma coerentemente astuta, revelando o calor e uma
profusão de pele deliciosamente apessegada e firme.

Tendo tua língua em meus lábios passei a desejar que
aquela noite nunca acabasse, plena, inteira, lasciva
e repetidamente insólita, enquanto descia tua calcinha

,foi quando tuas nádegas deslizaram sobre minhas mãos,
de forma coerentemente astuta, revelando o calor e uma
profusão de pele deliciosamente apessegada e firme.

Talvez não naquela noite, dizia, revelando certo receio
em teu suspiro trêmulo em meu ouvido esquerdo, ainda que
não acreditasse que aquilo acontecia finalmente comigo

,foi quando tuas nádegas deslizaram sobre minhas mãos,
de forma coerentemente astuta, revelando o calor e uma
profusão de pele deliciosamente apessegada e firme.

Tapei teus olhos com minha gravata e pus-me a lamber
vagarosamente teu pescoço, sentindo cada arrepio e cada
gemido contido que vinha de teus lábios vermelho-carmim

,foi quando tuas nádegas deslizaram sobre minhas mãos,
de forma coerentemente astuta, revelando o calor e uma
profusão de pele deliciosamente apessegada e firme.

Tendo tuas pernas apertando meus rins, passei a acariciar
meus dedos em tuas costas, procurando ansiosamente o fecho
de teu sutiã rendado, que breve despencaria ao chão

,foi quando tuas nádegas deslizaram sobre minhas mãos,
de forma coerentemente astuta, revelando o calor e uma
profusão de pele deliciosamente apessegada e firme.

Talvez desta vez eu conseguiria ir além com aquela menina
que foi a mais desejada de minha época, e ainda era a mulher
mais desejada de todas as épocas seguintes, indubitavelmente

,foi quando tuas nádegas deslizaram sobre minhas mãos,
de forma coerentemente astuta, revelando o calor e uma
profusão de pele deliciosamente apessegada e firme.

Tapei tua boca rapidamente, contendo teus gritos arfantes,
aumentando ainda mais a vontade de gritar contigo em teus
mais íntimos descontroles todos os meus prazeres acumulados

,foi quando tuas nádegas deslizaram sobre minhas mãos,
de forma coerentemente astuta, revelando o calor e uma
profusão de pele deliciosamente apessegada e firme.



.
Também estou por aqui:
Siga-me no TwitterAssine o Feed do Quimera UfanaVisite meus Álbuns do Flickr

Marcadores:

6 Quimeras:

@ julho 29, 2010 11:08 AM, Blogger Alê Marcuzzi disse...

uau! isso sim é inspiração, expiração e transpiração! rs
seria baseada em fatos reais com quem estou pensando? ;-)

bj!

 
@ julho 29, 2010 11:16 AM, Blogger André Lasak disse...

Não, não, Alezinha... Hehehe.

Nada real (infelizmente) nem autobiográfico. :)

Beijão!

 
@ julho 29, 2010 6:38 PM, Blogger Múcio L Góes disse...

salve o lingerieday!

ótimo, ótimo!

abraço!

 
@ julho 30, 2010 1:44 PM, Blogger J.F. de Souza disse...

Grande Lasak! Mandou muito bem, meu qrido!

1[]!

 
@ agosto 01, 2010 12:14 AM, Blogger Ludmylla disse...

Uau, de tirar o folego!

 
@ agosto 03, 2010 11:12 PM, Anonymous Pitaqueiro disse...

Faltou aquele "tchans" no final, foi como uma metida boa e uma gozada mediana... ; )

 

Postar um comentário

<< Página Principal