quinta-feira, novembro 2

Personagens para Livros - 11ª Pessoa

Personagem 11: Nayara

Pequena Biografia Ambientacional:
Nayara subiu o monte ostentando uma coroa de sonhos, e um corvo tomou seu prêmio. O corvo desapareceu e, em seu lugar, ao pé do monte, nasceu um cipreste com frutos especiais.

Cada um que comesse deste fruto, sonharia pela eternidade com uma vida melhor e digna, mas ficaria preso para sempre naquele campo.

Os anos passaram, e Nayara resolveu voltar àquela região. Atravessou uma enorme floresta de pessoas felizes, mortas-vivas em seus sonhos, sobrevivendo como árvores, por causa de raízes que brotavam de seus pés. Uma coruja, pousada no cipreste, gritou:

- Venha! Pegue um fruto e seja feliz eternamente!
- E por que eu mereceria a felicidade eterna?
- Todos merecem! Veja estes rostos felizes!
- Mas eles estão presos, aqui! Não podem contemplar o verdadeiro sol, nem as estrelas cadentes, nem aprender com seus erros, nem sorrir com suas conquistas! Estão mortos, de certa forma...
- Mas sofrer e lutar não é ruim? Por que se sacrificar com esta vida dura? Tome o fruto, e seja feliz!
- Prefiro pequenos momentos felizes, por conquista própria, do que fugir da realidade desta forma...
- E o que te impele isto?
- A esperança. E nada mais.

A coruja verteu uma lágrima, e entregou à Nayara um presente.

- Vá ao monte, mulher! Tu provaste que merece teu fardo! Tu és mais feliz que a felicidade de toda esta floresta-humana...


Nayara subiu o monte ostentando uma coroa de espinhos. Eles dóem e sangram. Eles apontam o seu destino. E eles têm orgulho de mostrá-la quão duro é, mas maravilhoso, viver a pura e viva realidade.



Pessoas anteriores: Ícaro; Panacéia; Blub; ?????; María de las Dolores; Plink; Heptúnio; Amanda; Damião; Ãatá

11 Quimeras:

@ novembro 02, 2006 1:12 AM, Anonymous Tai disse...

Espetacular!!!!!!!!!
Queria ser a tal garota...!
té +...!

 
@ novembro 02, 2006 1:19 AM, Blogger Tahkren disse...

Nossa.
Muito bom

 
@ novembro 02, 2006 2:48 AM, Anonymous lucas disse...

sempre vejo seus comentários no blog da isabela (imediatamente) e ela me mostrou seus textos outro dia.. são muito interessantes.

adorei o fato de vc ter usado a coruja. é um dos meus animais favoritos hehehe :)

 
@ novembro 02, 2006 6:52 PM, Blogger Luly disse...

Tema profundo. Liberte-se da felicidade utópica e viva momentos de felicidade real. Legal;)
Luly.

 
@ novembro 02, 2006 11:22 PM, Blogger Miss Supahstah disse...

Também acho que fuga da realidade é para WEAK! (parafraseando o ... Steve! do Double the Fist...)
Nada como a realidade, não é?
Principalmente quando a gente acorda aliviado depois de um pesadelo, hehehe!

 
@ novembro 03, 2006 10:40 AM, Anonymous Marina -irma do Toro disse...

Pow, outro dia comentei que comentava aqui.
Então, to comentando.
Rouba o meu banner no Mundico e me linka aqui, chato.
bjunda

 
@ novembro 03, 2006 11:25 AM, Anonymous Anônimo disse...

Bin André!!!

É por essas e por outras que ando a divulgar o teu blog aqui em Portugal!!

Grande abraço!

Maurício Umann

 
@ novembro 03, 2006 11:30 AM, Blogger Segunda Pele disse...

Menina de coragem! Em penasr que teria tanta gente querendo que apareça uma coruja na janela.
Boa menina!!!

 
@ novembro 03, 2006 2:28 PM, Blogger Juliana Pestana disse...

Lindo, André!!
Vc anda especialmente sensível ultimamente. Adorei...

PS: por onde vc anda, hein? rs

bjos meus.

 
@ novembro 06, 2006 2:39 PM, Blogger Leandro Jardim disse...

Nayara é pura poesia, belíssimo(a)!

 
@ dezembro 29, 2006 12:42 PM, Anonymous Nayara disse...

Como não ficar comovida ao ver seu nome estampado e sua vida postada num blog? xD
Incrivelmente bela a escolha!
corujas, árvores, fruto proibido (ou não)

de onde vem a ídeia dos nomes?

nayara_lulyluly@hotmail.com

 

Postar um comentário

<< Página Principal