sexta-feira, dezembro 8

Personagens para Livros - 15ª Pessoa

ATENÇÃO! Não deixe de participar da história interativa, logo abaixo! E escolha uma das continuações para o texto de quarta-feira que vem!

Personagem 15: Gideão e a Gaivota

Pequena Biografia Ambientacional:
No farol foi morar Gideão.
Nos dias e noites de sua vida
Nas tardes e tardes de lida
Seu divertimento era a solidão

Certo dia uma gaivota pousou
Na janela sem vidros
Contou histórias da saga de Hidros*
E no farol se fixou

Como a solidão havia terminado
Gideão e a gaivota aguardavam o tornado
Lendo um antigo diário de um poeta ancião

Sentindo a foice da morte
A gaivota tentou sem sorte
Uma fuga pelo tufão

Levada ao mar pelo vento
A gaivota mergulhou

E encontrou no fundo cinzento
O amigo que também se afogou.



Pessoas anteriores: Ícaro; Panacéia; Blub; ?????; María de las Dolores; Plink; Heptúnio; Amanda; Damião; Ãatá; Nayara; Isaías; Borboleta do Tempo; Naca


* Saga de Hidros: sim, isto é um teaser...

16 Quimeras:

@ dezembro 08, 2006 10:18 AM, Blogger Poeta Matemático disse...

Gideão e a gaivota. Gostei do final, apoteótico. Tu tem muito talento...


Abraços

 
@ dezembro 08, 2006 10:20 AM, Blogger A czarina das quinquilharias disse...

bonitim

 
@ dezembro 08, 2006 10:29 AM, Blogger Tahkren disse...

Meio que tipo assim trágico.
Muito bom porém.

 
@ dezembro 08, 2006 3:56 PM, Blogger Juliana Marchioretto disse...

ah, gostei dmais da história e do blog..

vou te linkar, ok??!

beijos

 
@ dezembro 08, 2006 4:09 PM, Blogger Nanna disse...

Belíssimo...

Um beijo-sentido.
:)

 
@ dezembro 08, 2006 4:28 PM, Blogger Willians disse...

mas enfim,o viramundo ja havia passado por esse farol?

 
@ dezembro 08, 2006 6:33 PM, Blogger Miss Supahstah disse...

Trágico-emocionante, hehhe!

Encontrou o amigo que também se afogou... buáááá! hehee!


ps: muito obrigada pelos parabéns, viu??

 
@ dezembro 08, 2006 7:10 PM, Blogger FE disse...

Gosto muito desse seu blog!

Principalmente esse bonequinho aqui do lado, que me dá meddddoooo!!!!!!

Dá vontade de pedir pra ele parar... hehehe

Bjinhos

 
@ dezembro 08, 2006 8:44 PM, Blogger Lídia M. disse...

Olha, depois eu comento sobre a gaivota.

Pude até sentir a faca despedaçando a Naca em partes iguais. Virou uma estrela!

 
@ dezembro 09, 2006 10:55 AM, Blogger Bruno Resende Ramos disse...

Gostei de tudo. Super show. Já adicionei o seu banner.

 
@ dezembro 09, 2006 1:59 PM, Blogger Lídia M. disse...

O silêncio e a solidão haviam se quebrado. Fuga?

Tem dias assim que Yer Blues combina um tanto. E me faz sentir diferente.

Beijos, Sr.!

 
@ dezembro 09, 2006 6:03 PM, Blogger Sandra Regina de Souza disse...

André! Tenho passado por aqui há dias... vasculhando tudo... e tudo me deixa com uma vontade imensa de ficar mais um pouquinho... ler de novo uma frase... um verso..rs.. Cara! Amei sua escrita.. que lindo seu verbo!! Procuro palavras certas pra expressar a feliz surpresa daquele dia (domingo, na Paulista) até os próximos dias... Permita ser assídua por aqui, tá?..rs beijos meus

 
@ dezembro 10, 2006 1:55 AM, Anonymous leandro disse...

muito bom meu caro. ^^

 
@ dezembro 10, 2006 11:25 AM, Blogger Lucas Waltenberg disse...

e aí rapaz, blz??

po, tu nem sabe. passei malzão essa semana... fui até parar no hospital. mas agora já estou melhor.

vou ler com calma depois os textos que perdi aqui no quimera, agora estou com um pouco de pressa.

abraços

 
@ dezembro 10, 2006 6:35 PM, Blogger Juliana Pestana disse...

Bom demais, André! Tô tão fã sua...

"A gaivota tentou sem sorte
Uma fuga pelo tufão"

Tantas metáforas num texto só. Pq fugir é sempre a primeira opção na cabeça dos desesperados e qto mais intensa for a fuga, maior é a sensação de vitória.

Bjo grande.

 
@ dezembro 11, 2006 1:08 AM, Blogger Rodolfo Castrezana disse...

Ei, presente pra vc: http://www.youtube.com/watch?v=ONh27sexxU4

Eu ia postar no OMEdI, mas achei a sua cara. Se não usar me avisa.

 

Postar um comentário

<< Página Principal