sexta-feira, dezembro 22

Personagens para Livros - 17ª Pessoa

ATENÇÃO! Não deixe de participar da história interativa, logo abaixo! E escolha uma das continuações para o texto de quarta-feira que vem!

Personagem 17: Poeta Arrependido

Pequena Biografia Ambientacional:
O poeta arrependido
Dedicou sua última poesia
Ao pôr do sol

O poeta arrependido
Rasgou seu último papiro
E o jogou do farol

As partículas de papiro rasgado
Flutuaram pelo espaço
Deslizando como fadas,
Que pousaram em uma fria
Pedra coberta de neve

A neve derreteu em seguida
Num pranto entristecido:
Chorava pelo poeta arrependido
Que desesperado por não achar saída
Pulara atrás do papiro picado

Por não ter braços para segurá-lo
O vento acabou irado
E num sopro derrubou agonizado
O pinheiro que o poeta enfeitou

E numa fria noite de Natal
A vida de um poeta terminou.


Pessoas anteriores: Ícaro; Panacéia; Blub; ?????; María de las Dolores; Plink; Heptúnio; Amanda; Damião; Ãatá; Nayara; Isaías; Borboleta do Tempo; Naca; Gideão e a Gaivota; Caixa de Papelão

12 Quimeras:

@ dezembro 22, 2006 5:46 PM, Blogger Juliana Marchioretto disse...

a parte triste do natal...

feliz natal pra vc, André!!!

bjos

 
@ dezembro 22, 2006 5:59 PM, Blogger karla nazareth disse...

pobre poeta. pobre papiro.

 
@ dezembro 22, 2006 7:35 PM, Blogger Márcio Pimenta disse...

Caro André,

Venho te desejar um feliz Natal e um ano novo repleto de realizações.

Abraços e tudo de bom!

 
@ dezembro 23, 2006 1:36 AM, Blogger Letícia Lopes disse...

Se eu soubesse fazer poesia também dedicaria ao pôr do sol. Mas não seria a última...

 
@ dezembro 23, 2006 9:57 PM, Anonymous ediney santana disse...

a poesia e das artes da palavra a mais doce e a mais venenosa,o que parece liso é o que fere e machuca

 
@ dezembro 23, 2006 10:00 PM, Blogger A czarina das quinquilharias disse...

isso que dá se arrepender o tempo todo...
:(

 
@ dezembro 24, 2006 4:43 PM, Blogger Lídia M. disse...

Ai, Poeta Arrependido! No natal o vinho é sempre mais gostoso...

 
@ dezembro 24, 2006 6:43 PM, Blogger Juliana Pestana disse...

Oh, poeta lindo... q ventos tristes te copoem nessa semana de Natal!!

Lindo poema... lindo, meu amigo.

E não poderia deixar de dizer... feliz natal! Que não nos esqueçamos nunca do verdadeiro significado desta data: Deus. Obrigada por ter cruzado o meu blog com o seu! ;-)

Bjo grande.
Mta luz na sua vida.


Da sua irmã mais nova...
^.^

 
@ dezembro 24, 2006 7:00 PM, Anonymous Baunilha disse...

Feliz Natal Lasak!!! Feliz Natal!!!
:P

 
@ dezembro 24, 2006 7:58 PM, Blogger Tahkren disse...

Feliz Kwanza, Lasak!

 
@ dezembro 25, 2006 11:27 AM, Blogger Leandro Jardim disse...

Como diria nosso amigo Fejones,

FUEDA!!!!

 
@ dezembro 26, 2006 2:53 PM, Blogger Tiago disse...

eu espero que o seu seja o último post sobre o natal que eu leio hj. abraço.

 

Postar um comentário

<< Página Principal